sexta-feira, 20 de julho de 2012

Voltemos ao Mercado!



Comprar os frescos no mercado local ou na praça. Vantagens, só vantagens!

Já me tinha dado conta que se comprasse os frescos (frutas e legumes) no mercado que tenho perto de casa pagava menos que no supermercado, mas hoje dei-me ao trabalho de fazer contas e concluí que a minha impressão inicial era mesmo verdade.

Nesta caixa tenho 1 melão, 2 meloas, 1/2 melancia, 1 manga, 6 pêssegos, 6 kiwis, 4 tomates em rama, 1 pepino e 500 g de caldo verde. No frasco estão 300 g de azeitona mista em água com sal, orégãos e azeite. Por tudo paguei 15,10 €.

Quando cheguei a casa dei-me ao trabalho de fazer as contas aos preços com valores de supermercado e cheguei à conclusão que poupei 2,77 € nas minhas compras!

Outra das vantagens de ir ao mercado local é a qualidade dos produtos, são mais frescos, os vendedores destes locais compram apenas aos fornecedores as quantidades que sabem que vão vender, não são como as grandes cadeias de supermercados que adquirem em grandes quantidades e vão repondo nos expositores consoante vão vendendo!

Muitas vezes compramos os frescos nos supermercados pensando que estamos a comprar fresco, mas na realidade estamos a comprar produtos que já foram refrigerados e que estão em espera há algum tempo.

Fora a manga, que é do Brasil, todos os outros produtos que trouxe hoje são de origem portuguesa, outra das vantagens de ir ao mercado, 90% dos produtos vendidos são de origem nacional e ao comprarmos nestes locais estamos a fomentar a economia interna.

Estamos ao ar livre, no caso do mercado, ou num espaço coberto mas extremamente castiço, a praça, e não temos as filas e as luzes e todos os outros inconvenientes dos supermercados. Também tenho notado que as pessoas são mais civilizadas nestes locais, aguardam a sua vez, pedem licença se estiverem com alguma pressa de ir embora, enfim, mostram que têm educação! Não é preciso haver uma tabuleta que diga que grávidas, idosos e pessoas com mobilidade condicionada são prioritárias, o civismo impera e a consciência das pessoas torna-as humanas.

Há qualquer coisa mágica no ambiente confuso e caótico de um mercado que transpira frescura, confusão, cor, agitação, barulho e que pode ser algo repulsivo para quem não está habituado, mas lanço o desafio àqueles que nunca experimentaram comprar nestes locais - abram a mente e experimentem ir à procura do que querem, sem preconceitos ou altivez, sejam humildes e tentem enquadrar-se, vão ver que é uma experiência fantástica!

Sem comentários:

Enviar um comentário