segunda-feira, 21 de maio de 2012

Pastrami caseiro


Não é muito comum em Portugal encontrar-se Pastrami, é uma carne fumada que é extremamente popular nos E.U.A. e que é simplesmente deliciosa. A primeira vez que me lembro de ter comido pastrami foi em Macau, tenho procurado por terras lusas esta iguaria, mas sempre sem sucesso. Decidi experimentar fazer.

Posso dizer que o processo de procura de alguns ingredientes foi algo difícil, mas lá acabei por encontrar tudo aquilo de que precisava e lancei mãos ao desafio que me propus. A peça de carne que procurava é o brisket (maçã do peito), o meu talhante no Mercado não se poupou a esforços para me conseguir uma boa peça de carne, mas as nossas vacas são mais magras que as americanas, por isso ficou mais fino!

A segunda saga foi encontrar vinagre de álcool, uma verdadeira luta, lá descobri, por indicação de uma prima do meu marido, que por acaso é americana, que no Leclerc havia.

Abri hoje o resultado final, ainda não é bem o que procuro, mas posso dizer que não me dei mal. A carne está deliciosa e tenra, pronta para umas belas sandes com aqueles molhos híper mega calóricos…

Requer alguma paciência e uma longa espera, mas é extremamente fácil de fazer. Deixo aqui a receita deste pastrami caseiro, da próxima irei fazer algumas alterações, se ficar melhor prometo republicar os ingredientes.

Pastrami

Salmoura
2,5 Kg maçã do peito (vaca)
2 l água
1 cup sal marinho
½ cup vinagre de álcool
4 cls. sopa açúcar
3 folhas de louro
1 cl. sopa pimenta preta grão
½ cl. sopa sementes mostarda
¼ cl. chá cominhos em pó
4 dentes de alho

Marinada seca
3 cls. sopa pimenta preta moída
2 cls. sopa coentros em pó
½ cl. chá piri piri em flocos
1 cl. sopa alho em pó
1 cl. sopa paprika
1 cl. sopa óleo vegetal

Limpe a peça de carne da maior parte da gordura.

Leve ao lume a água temperada com o sal, o vinagre de álcool, o açúcar, o louro, os grãos de pimenta e de mostarda e os cominhos em pó. Deixe levantar fervura e depois deixe arrefecer completamente. Adicione os dentes de alho em pedaços grosseiros. Coloque a carne num recipiente suficientemente fundo e cubra-a com a salmoura já fria. Deixe a carne em salmoura 6 a 7 dias, virando ocasionalmente, no recipiente tapado dentro do frigorífico.

Ao fim deste tempo retire a carne da salmoura, lave-a e seque com um toalhete de papel.

Numa taça misture as especiarias para a marinada seca. Esfregue a carne em ambos os lados com a marinada seca que fez com as especiarias.

Disponha sobre a bancada de trabalho papel de alumínio e pincele com o óleo vegetal. Coloque a carne ao centro e feche bem o papel de alumínio. Repita o processo de revestimento com papel de alumínio até obter 6 camadas. Coloque a carne bem embrulhada dentro de uma assadeira metálica.

Leve ao forno por 5 horas a 115ºC. Desligue o forno, retire a carne e deixe arrefecer completamente antes de retirar as camadas de papel de alumínio, que só devem ser removidas passadas 24 horas.

4 comentários:

  1. o senhor fez outro vez, esta marinada com as devidas alterações?

    ResponderEliminar
  2. Essa receita ta excelente, vou me arriscar a fazer!!!

    ResponderEliminar
  3. Essa foi a melhor receita de pastrami que encontrei, vou fazer agora. Obrigado

    ResponderEliminar