sábado, 9 de fevereiro de 2013

Torta enrolada com recheio de creme de ovo


Na altura do Natal fui à Makro e comprei um balde de creme de ovo de pastelaria, uma vez que o meu marido adora creme de ovo! Acontece que não é fácil despejar um balde creme de ovo em quantidade...

Graças a Deus a validade é bastante alargada e o dito creme ainda está pronto a ser usado, mas o que fazer com ele que seja rápido, económico e não dê muito trabalho? A sugestão veio do próprio guloso... uma torta enrolada com recheio de creme de ovo.

Agora já tinha uma solução, faltava-me uma boa receita de base, simples e fácil de fazer. Lá fui eu ao Sr. Google procurar uma solução e encontrei no Cantinho da Zezinha.

Como fazer esta fofa e espantástica torta?
6 ovos
160 g açúcar areado
70 g farinha de trigo
1 cl. chá fermento Royal

Bater as gemas com o açúcar até obter um creme esbranquiçado. Numa taça à parte bater as claras em castelo firme com uma pitada de bicarbonato de sódio (ajuda a manter o ponto das claras). Incorporar aos poucos, com o auxílio da espátula (Salazar, actualmente conhecido como Gaspar!), as claras no creme das gemas com açúcar.

Juntar a farinha em três vezes ao preparado anterior e em movimentos suaves. Deixar a massa repousar, aquecer o forno a 150ºC, untar um tabuleiro para tortas e forrá-lo com um folha de vegetal para bolos. Verter a massa para dentro da forma e levar ao forno por 15 a 20 minutos.

Preparar uma folha de vegetal para bolos polvilhada com açúcar para desenformar o bolo. Quando o bolo estiver cozido retire do forno e desenforme imediatamente sobre o açúcar. Não é difícil desenformar, basta que seja um movimento rápido, decidido e sem medos. Retirar o papel vegetal e barrar com o recheio a gosto, neste caso creme de ovo.



Com a ajuda do vegetal enrolar a torta, apertando ligeiramente. Convém que todo este processo seja realizado com o bolo ainda quente, por forma a que a massa não quebre e que esteja maleável. O resultado é o que vêm , o sabor é divinal e posso garantir que é fácil, económica e muito rápida - fiz a torta enquanto o almoço estava ao lume!


sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Sopa "instantânea" de grão e espinafres

Ontem tive de fazer sopa e tive apenas 30 minutos para a fazer!

Nada que umas latas de grão, uma embalagem de espinafres em folha e uns cotovelos não resolvam!

Usei para esta sopa "instantânea" 3 latas de grão das grandes, escorridas e passadas por água. Coloquei o grão numa panela e cobri com água. Depois de levantar fervura retirei uma porção generosa de grão inteiro e passei o restante com a varinha mágica.

Com o creme feito foi apenas uma questão de adicionar 1 embalagem de espinafres em folha, 1 chávena de chá de cotovelos e o grão reservado, temperar com sal e deitar 1 fio de azeite. Após ter tudo mexido é só uma questão de cozer as massinhas, não esquecendo de mexer de vez em quando, para que estas não colem ao fundo!


O resultado foi uma fantástica sopa, gulosa, encorpada e muito económica!

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Ideias para prendas

Hoje trago receitas e ideias!

No Natal passado quis oferecer algumas prendas, mas a situação económica está difícil e é necessário arranjar maneira de poupar e de oferecer coisas úteis. Assim, tive a ideia de fazer pequenos e alegres cestos de Natal.

Fui a um daqueles armazéns de chineses, que proliferam por aí, em busca de cestos e encontrei uns pequenos cestos com asa grande que serviam os meus propósitos. Comecei por remover aquele pano 100% sintético e horrível que forrava o cestinho e ir à minha cesta da costura. Com serapilheira, alguns tecidos coloridos, fita de cetim e cola quente, deitei mãos à obra e decorei os cestos.

O cesto sem nada lá dentro!

Depois de decorar cada um dos meus cestos - foram 4 - verde, azul, encarnado e amarelo, estava na altura de colocar neles o recheio.

Já recheado

Cada cesto levou um saquinho de areias, um de bolachas da Mãe Natal (as preferidas do meu filhote!), um doce de abóbora de 375 g, 3 doces pequenos - morango, pêssego e tomate, umas saquetas de chá de frutos vermelhos colocadas num saquinho de tule e uma garrafa de vinho.

Depois foi só embrulhar em folhas de celofane e colocar uns laços bonitos para decoração e também para dar um ar festivo.

Prontos para oferecer

E agora a receita das Areias

150 g açúcar
200 g manteiga sem sal
1 cl. chá sal fino
320 g farinha
1 limão – raspa

Para uma taça peneire a farinha com o sal fino e misture o açúcar. Faça uma cova ao meio e deite a manteiga em cubos pequenos e a raspa da casca do limão. Misture tudo com os dedos até obter uma areia molhada.

Retire pequenas porções e molde bolinhas com cerca de 2 cm de diâmetro. Coloque as bolinhas num tabuleiro forrado com papel vegetal para bolos e achate-as levemente.

Levar ao forno pré-aquecido a 180º C durante 10 a 15 minutos, ou até estarem douradas.

Quando estiverem prontas e ainda quentes passe as areias por açúcar areado e deixe arrefecer sobre uma rede de descanso para bolos.


segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Quiches

O segredo das quiches está na massa, afinal o recheio é apenas uma questão de imaginação!

Para a festa do meu filhote fiz 2 quiches com metade da dose de massa que aqui deixo a receita. Estendida bem fina, fica crocante e nada massuda.

Para a massa precisamos de:
250 g farinha de trigo
200 g margarina
2 ovos
1 cl. chá fermento Royal
sal fino q.b.

Peneire a farinha com o sal e o fermento para um recipiente. Adicione a margarina e os ovos e amasse até estarem todos os ingredientes ligados. Faça uma bola e deixe repousar numa taça coberta com um pano. Esta massa não deve ser muito trabalhada.

Divida a massa e estenda sobre uma superfície enfarinhada. Coloque a massa sobre uma tarteira de fundo destacável e aconchegue à forma. Deixe os rebordos caídos. Estes só devem ser aparados depois de o recheio estar colocado sobre a massa.

de espinafres e requeijão
(espinafres em folha cozidos e 1 requeijão a seu gosto)

Para o recheio temos duas formas de o fazer, uma mais económica, a que uso para as festas e uma mais completa, que faz um recheio mais cheio, que uso para quando a refeição é uma tarte salgada acompanhada de salada.

200 ml natas UHT
4 ovos
sal e pimenta, q.b.

ou

400 ml natas UHT
6 ovos
sal e pimenta q.b.

o resto depende da sua criatividade e gosto.

de frango e cogumelos
(1 peito de frango cozido e 1 lata pequena de cogumelos)


domingo, 27 de janeiro de 2013

Bolo de Mousse de Chocolate

Bolo de Mousse de Chocolate
Bolo de Leite e Creme de Ovo - N'Cakes

Esta semana o meu filhote fez 9 anos e encomendei um bolo à minha amiga Ana Cristina, da N'Cakes. Como sempre o bolo estava excelente, à medida do meu pequeno e muito exigente cliente e decorado com o Tico e o Teco. O bolo era de leite com duas camadas de recheio de doce de ovos. A pasta de açúcar estendida à medida e nada enjoativa, enfim, um bolo simples mas muito saboroso.

No dia do aniversário a celebração foi feita com um jantar de família simples e depois de soprada a vela, por sugestão do meu pai retirei os enfeites - Tico, Teco e nozes e guardei no frigorífico para reutilizar no dia da festa com os amiguinhos. Para este dia fiz um bolo de mousse de chocolate e coloquei os bonecos, ajustando cuidadosamente as fixações - foi um sucesso e os miúdos adoraram o bolo e os simpáticos esquilos.


Bolo de Mousse de Chocolate
Massa do Bolo
100 g chocolate culinário
3 ovos grandes
20 g manteiga
4 cls. sopa rasas farinha trigo
1 cl. chá fermento Royal
Recheio
2 pacotes de mousse Alsa
200 ml natas UHT
300 ml leite meio gordo
Cobertura
100 g chocolate culinário
3 ovos grandes
20 g manteiga

Para a massa faz-se meia dose de mousse de chocolate caseira, bastando, para tal, derreter o chocolate culinário em banho maria com a manteiga, adicionar as gemas rápida e cuidadosamente para não as cozer e depois envolver as claras em castelo. Adicionar então a farinha e o fermento Royal e levar a cozer a 150ºC durante cerca de 20 minutos numa forma de mola untada e polvilhada.
Depois de arrefecer completamente o bolo (fica baixinho) cortar ao meio e recolocar na forma a base. Fazer o preparado de mousse Alsa seguindo as instruções, mas substituindo parte do leite por natas UHT, que a deixa mais saborosa e encorpada. Despejar a mousse sobre a base de bolo, uniformizar a superfície e cobrir com o topo do bolo. Levar ao congelador.
Desenformar o bolo e colocar sobre um prato com rebordo e fazer a segunda dose de Mousse de Chocolate caseira para servir de cobertura seguindo os procedimentos descritos para a base do bolo.

Este bolo é muito simples e gostoso e satisfaz os mais gulosos. Tem a vantagem de ser económico, de fácil execução e pode ser preparado com alguma antecedência, bastando colocar a cobertura no dia em que se vai servir.

A mesa do lanche





segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Bolo de Amêndoa

O prometido é devido! No outro dia prometi aos facebookianos que vão acompanhando as novidades das "Receitas à Maneira" que publicava aqui a receita do Bolo de Amêndoa do qual publiquei uma fotografia na página https://www.facebook.com/receitasamaneira e chegou a hora de cumprir a promessa.

No dia em que fiz os MacMamãs (publicado a 07 de Setembro de 2012) também fiz um bolo de amêndoa. A receita foi-me dada pela tia do meu marido e, este ano, as amêndoas também! Escusado será dizer que o bolo ficou ainda mais leve, fofo e saboroso com as amêndoas da safra deste ano!
Bolo
250 g amêndoa com casca ralada grosseiramente
250 g açúcar
6 ovos L
1 cl. sopa farinha de trigo sem fermento bem cheia
1 cl. chá fermento Royal

Bater as gemas com o açúcar até obter um creme esbranquiçado e fofo. Adicionar a farinha e o fermento peneirados e a amêndoa e bater.
Adicionar as claras batidas em castelo firme e incorporar.
Deitar o preparado numa forma redonda (uso as de mola) untada e polvilhada e levar a cozer a 150º C durante 50 minutos ou até estar apenas húmido por dentro.
Desenformar o bolo e deixar arrefecer completamente sobre uma rede de descanso para bolos.

Chantilly
2 pctes. natas Longa Vida
6 cls. sopa açúcar areado branco
2 cls. sopa sumo de limão

Bater tudo até ter uma consistência cremosa. Atenção para não fazer manteiga!

Cortar o bolo ao meio com uma faca serrilhada e rechear com parte do chantilly. Voltar a colocar uma metade sobre a outra e barrar o bolo todo com o restante. Levar ao frigorífico.

Antes de servir cobrir com raspas de chocolate culinário (estas foram feitas com o descascador!)

Bom apetite!

Prendas originais, caseiras e deliciosas

E com tudo isto estamos em Setembro! O Natal é já ao virar da esquina e, por isso, as "Receitas à Maneira" estão a preparar umas prendas originais, caseiras e deliciosas!

Para já estou a lançar os doces, caseiros, feitos de forma artesanal, 100% naturais, sem adição de corantes, nem conservantes, e com menos açúcar, até porque gosto de sentir mais o sabor da fruta que o do açúcar.

Todas as frutas são escolhidas criteriosamente, dando-se preferência às frutas frescas, compradas no mercado local, com excepção dos frutos vermelhos, que são comprados congelados e de marca. No acto de aquisição das frutas dou sempre preferência aos produtos nacionais, muito embora, por vezes, sejam um pouco mais caros que os importados, mas penso que todos devemos contribuir para o crescimento económico do país e manter o capital a circular em casa!

Os boiões também são de fabrico nacional, bem como os tecidos usados na decoração, ou não tivéssemos nós algumas das melhores indústrias vidreiras e têxteis da Europa, já para não falar do mundo! Mais uma vez, os preços são um pouco mais elevados, mas os euros ficam entre nós.

A todos os boiões será aplicado um rótulo que cumpre a legislação, contendo toda a informação obrigatória.

Estou também a trabalhar em parceria com uma Engº Alimentar, que me dá acompanhamento e aconselhamento e que está a fazer os testes de validade aos doces. Penso que um produto só deve ser inserido no mercado se por trás estiver uma atitude consciente e quando se trata de alimentos todos os cuidados são poucos.

Os pesos líquidos variam de doce para doce, uma vez que a consistência das frutas não é a mesma.

Todos os boiões são esterilizados e, depois de cheios, pasteurizados, o que garante uma maior validade e qualidade do produto final.

Caso desejem alguma informação só têm de me contactar pelo mail celsmorais@gmail.com

Brevemente haverá mais novidades!